O modo mais seguro de viajar na pandemia

Por Letícia Minosso

11/03/2021

O modo mais seguro de viajar na pandemia

Em 2020 fomos surpreendidos com um vírus que assolou o mundo todo. Sendo quase que para todos um grande hiato, com a pandemia, o ano anterior foi um período que necessitou de vários planos B´s, já que, para preservar a saúde, muitos compromissos tiveram que ser adiados ou até mesmo cancelados. Viajar foi um deles… Independente de preço ou de tempo de planejamento, o coronavírus foi responsável por acabar com diversos projetos.

Agora, em 2021, as coisas voltam, ainda com bastante cautela e cuidado, a funcionar no novo normal. Casamentos, com o uso de máscaras e para poucos convidados estão sendo realizados; aniversários, do mesmo modo também. As viagens, entretanto, ainda estão com cuidados reforçados. Por gerar um trânsito maior de pessoas entre estados e países, as viagens podem causar um enorme aumento nos casos do covid-19.

Para muitas pessoas, viajar é um dos maiores prazeres da vida. Poder tirar alguns dias de férias, conhecer o mundo e novas culturas é o motivo pelo qual esses viajantes saem todos os dias para trabalhar. Entretanto, mesmo com a chegada da vacina, ainda é difícil conseguir voltar aos planos originais, já que os casos ainda aumentam todos os dias.

Com a pausa nas viagens, muitas pessoas acreditam não ser possível conhecer novos costumes, paisagens e civilizações. Todavia, não é bem assim. Como as compras de passagens neste momento estão restritas e passeios por outros lugares estão suspensos, ter um meio mais seguro que proporcione a mesma absorção de culturas é manter um sonho vivo.

Viajar por novos continentes e poder conhecer outros povos pode ser uma atividade relaxante e que envolve um alto nível de aprendizado e aquisição de conhecimento. E, mesmo que a ideia de viajar envolva a premissa de que é necessário ter um grande planejamento pessoal e financeiro, arrumar as malas, comprar as passagens e sair de casa, essa atividade pode ser feita do sofá da sua casa, no conforto da sua cama ou em sua poltrona favorita.

Absorver novas culturas, conhecer novos modos de viver, outras sociedades e possibilidades de organização é também uma tarefa que os livros desempenham. Não só em um carro com um trajeto que dura horas ou com um grande furo no orçamento por pagar caro em uma viagem de avião. Ler um livro pode te fazer viajar por infinitos lugares, de um modo muito parecido que um meio de transporte faz.

Diferente de conhecer um lugar que muitos já foram, ler um livro é ter a consciência de que você estará viajando por lugares nunca antes vistos. Lugares privados, sem riscos de se contaminar. Ler um livro em casa, é, por exemplo, perceber se imaginando em um país totalmente diferente, cercado de pessoas que nunca vira antes. Muito além disso, abrir as páginas de um livro ou mesmo clicar na capa de um com o leitor digital ou pelo celular, é ter aquela ansiedade gostosa de não saber o que está por vir. Ansiedade essa que muitas vezes esquecemos de como é bom sentir.

Vale ressaltar ainda que a oportunidade de ler um livro é sempre única e tem diversos benefícios para a nossa saúde. O hábito de ler tem o poder de diminuir as chances de desenvolver doenças futuras, como o Alzheimer e a demência, ajuda a ter um melhor senso crítico, promove a empatia e estimula a criatividade e a inteligência. 

Comparar os livros com as viagens físicas, na verdade, pode ser um tanto quanto injusto, já que eles têm a vantagem de poder viajar não só entre a nossa época e geração. Com os livros,não existem barreiras na passagem entre décadas. Do mesmo modo que podemos ir para um mundo totalmente diferente e futurístico, nas páginas podemos transitar entre décadas e descobrir como eram as civilizações medievais, por exemplo.

Com tantas variedades de lugares para visitar, com a leitura você não precisa de um grande planejamento e tampouco de grandes férias. Diferente das passagens de aviões que têm um grande custo e exigem uma grande dedicação financeira, com os livros você pode viajar quantas vezes quiser para quais lugares sentir vontade. 

Viajar é bom. Realmente é uma das melhores experiências que temos durante a vida. Conhecer novos países e novas belezas que cercam o nosso globo é e deve ser sempre objetivos presentes na vida de todos. Entretanto, considerando o atual cenário e todos os benefícios que a leitura traz, que tal definir os seus próximos destinos  sem colocar em risco a sua saúde?

Por: Bem Paraná

Letícia Minosso

Letícia Minosso

News