Mercado x coronavírus: um papo com Ulisses Casa

Por Charlis Haubert

25/06/2020

Mercado x coronavírus: um papo com Ulisses Casa

Ulisses Casa é formado em odontologia, mas foi no mundo empresarial que encontrou sua grande paixão a frente do Casa Group, do quais possui empreendimentos nos estados de Santa Catarina e Paraná. Nós batemos um papo com ele sobre o mercado de moda no cenário atual da economia:

Ulisses, nos conte um pouco sobre você, a quantos anos está no mercado? Quantas lojas seu grupo possui?

Faz tempo que trabalhamos com comércio,  principalmente moda masculina que é nossa especialidade. Acho que sempre tive um espírito de empreendedor, e mais do que nunca o varejo de moda masculina sempre foi nosso forte. Hoje o grupo está com 10 operações abertas: 02 Arezzo, 02 Reserva, 05 Aramis e 01 multimarca, a Settore. Indiferente da profissão inicial, fazer a coisa bem feita acho que é a formula correta para o sucesso de qualquer pessoa, mas correr atrás de oportunidades e vazios do mercado complementa isso. Essa história já tem 28 anos. Tenho 56 anos, mas acredito que minha cabeça ainda é de 29 anos (risos).


Como você avalia o desempenho do governo em meio à crise do coronavírus?


Difícil avaliar o governo, quando na maioria das vezes passam sua responsabilidade para esferas mais baixas, ficando a cargo de governos estaduais e municipais. Minha avaliação ainda é positiva com todas as medidas que tentaram a ser tomadas. O grande problema são os políticos de sempre, a imprensa que não ajuda e critica demais. Num momento tão difícil, achar picuinha ou fofocas não ajuda em nada. Temos apenas que tomar cuidado com nossa saúde, praticar exercícios físicos, cuidar um pouco mais dos idosos na medida do possível e tentar ter um bom senso de distanciamento social. Com isso a situação mudaria – e mudaria muito bem.

Quais são as dificuldades e aprendizados que a sua empresa está vivendo na atual realidade?

A mudança de rotina. Sair do quadrado, reinventar, tentar manter o máximo de colaboradores e ser resiliente.

“[…] Mas ainda acho que este ano nós teremos o melhor natal dos últimos anos.


Quais as mudanças que a pandemia trouxe para o mercado de moda? Quais as estratégias do Casa Group?


A pandemia foi – e está sendo – uma guerra. A cada dia as estratégias mudam. Esta coleção de inverno prometia, o ano prometia. A grande verdade é que pode atrapalhar a próxima coleção. Nossa estratégia foi comunicação com o cliente e parceria com nossos fornecedores.

Como você enxerga o mercado on-line?

Essa ferramenta tem a tendência de aumentar, mas não vai atrapalhar tão cedo os pontos de vendas físicos, pois todos nós gostamos mesmo é ter a experiência, de estar na loja, provar o produto, conversar com o consultor ao vivo. Esse mundo virtual está aí, mas o gostoso mesmo é dar uma volta na rua, nos shoppings, passear, namorar um produto, pegar na mão. Nós vamos sobreviver bem – e muito bem.

Como será a economia após o coronavírus?

O grande problema é quando vai acabar essa onda, essa guerra. Sempre o recomeço é mais devagar, mas ainda acho que este ano nós teremos o melhor natal dos últimos anos. Chega de papo e vamos trabalhar.

Charlis Haubert

Charlis Haubert

Música