6 Dicas para afastar o fantasma do bloqueio criativo

Por Tiago Haubert

22/06/2020

6 Dicas para afastar o fantasma do bloqueio criativo

Crie seu esboço antes de começar a escrever

Acredite, fazendo um esqueleto inicial de sua história, estabelecendo uma ideia de início, meio e fim, ajudará muito nos momentos em que a sua história empacar, pois você terá um norte bem definido e as ideias aparecerão com mais facilidade.

Vale ressaltar que o esqueleto da história poderá ser modificado, mas ao tê-lo, todas as ideias convergem para um ponto único e caso mudes algo nesse esboço, fica mais fácil de alterar a história.

Não espere a inspiração

Escritores profissionais possuem prazos, então eu pergunto, como eles conseguem cumpri-los apenas esperando inspiração chegar? Seria difícil, porque normalmente a inspiração não tem hora para vir e isso influencia a procrastinação.

Tudo que está a nossa volta acaba se tornanado mais interessante do que escrever. Então, minha dica é: escreva sempre sem esperar a inspiração chegar. Terão dias que fazer uma página será dificílimo e terão outros dias que as páginas surgirão como mágica, mas somente colocando a bunda na cadeira e escrevendo que seu livro será concluído.

Estabeleça metas e crie sua rotina de escrita

Para não ser assombrado pela procrastinação, crie uma rotina diária de escrita e estabeleça suas metas. Siga elas a ferro e fogo!

Ao seguir esse passo, todas as suas energias e forças trabalharão para atingir as metas.

Lembre de estabelecer metas condizentes com sua carga horária livre. Não adianta colocar uma meta de 10 páginas diárias sendo que trabalhas oito horas e de noite tens faculdade. Ao colocar metas exageradas, será apenas uma questão de tempo para se desmotivares.

No meu caso, eu escrevia 3 páginas por dia de domingo a quinta. Para mim foi bom, porque dava tempo das ideias amadurecerem de um dia para o outro e novas ideias surgirem.

Desligue o WhatsApp

Afaste tudo aquilo que pode tirar sua concentração. Tudo parecerá mais prazeroso do que escrever. Facebook, televisão, whatsapp

Eu não escrevo no completo silêncio, mas tenho a consciência dos menus horários de escrita.

Esvazie a mente

Quando as ideias não surgirem, dê uns dias para sua cabeça. Esvazie a mente, leia um livro qualquer. Quando menos esperares novas ideias surgirão. Outra dica é anotar num papel tudo aquilo que te incomoda e atrapalha para escrever. Assim você joga para o papel os seus problemas para serem resolvidos depois.

Termine o que começou

Essa dica parece idiota de tão óbvia, mas ela é uma das que mais fazem os escritores desistirem. Começam empolgados e por não criarem esboços iniciais, ou por não estudarem como criar uma estrutura de livro, acabam desanimando e desistindo de seus livros. Muitos desistem também simplesmente por uma autocrítica exagerada em comparação a outros autores.

Você que está começando, o que eu diria é que tudo na vida é uma evolução. Somente aqueles que terminam o que iniciam podem desfrutar do gosto do resultado, seja ele ruim ou bom. Somente saberás o que melhorar depois de terminar o seu livro.

Saiba que a primeira versão do meu livro ficou muito ruim e somente depois de oito revisões é que eu estava satisfeito e que ele poderia ser publicado.

Para finalizar, eu diria para você dar o seu melhor. Escreva muito e autocritique-se buscando sempre se aperfeiçoar, pois a vida de escritor no Brasil é árdua, mas gratificante. Aprenda com seus leitores e corrija muito seus livros, pois a primeira versão é sempre uma pedra bruta, acredite.

Eu sei que seguir essas dicas não é nada fácil, eu mesmo muitas vezes me vejo dominado por algumas dessas armadilhas. O importante é ter essa consciência e tentar segui-la que tenho certeza que terás resultado.

Espero que tenham gostado das dicas e sigam com muita fé e dedicação seus sonhos que o mundo conspira. Para mim tem sido assim!

Tiago Haubert

Tiago Haubert

Literatura